O Salmo 133

O Salmo 133

Seu significado e sua importância para a Ordem

– Parte I –

2

Grande parte do cerimonial maçônico tem sua origem nos ritos da Antiguidade, adaptados às exigências modernas. Dos ritos antigos, a influência mais visível é a Hebraica (José Castelani – A Maçonaria e a Herança Hebraica – 1993). Segundo o autor, a Maçonaria moderna é considerada como a herdeira dos ritos, práticas e tradições hebraicas, a começar pelo Templo de Jerusalém, que é o arquétipo das Igrejas, e indiretamente dos Templos Maçônicos.

Nas Lojas Maçônicas que adotam o REAA, no Grau de Aprendiz, antes de qualquer procedimento, o Livro da Lei é aberto em Salmos, capítulo 133, versículos 1 a 3, e, em seguida, procede-se a sua leitura pelo Ir.’. Orador. Essa orientação foi determinada pela Assembléia Geral da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil, em junho de 1952.

Mas com o tempo sua leitura se tornou apenas uma das frases do cumprimento do rito, tendo sido muitas vezes esquecida sua importância no universo de simbolismos da Ordem. Para o Aprendiz, ele sintetiza o conceito primeiro, o mais importante da Maçonaria.

Sua denominação, além de SALMO DA MAÇONARIA, também é de SALMO DE CONCÓRDIA, ou ainda, SALMO DA FRATERNIDADE.

Sua leitura já era adotada pelos antigos Cavaleiros Templários nas suas iniciações, no ano de 1.128, conforme demonstra Pindorama Gomes, em “A Ordem Primitiva dos Cavaleiros Templários” (1999) traduzindo os “cânones do Ritual de Recepção na Ordem do Templo“, que nos diz: “… e o Irmão Capelão deve recitar o Salmo que diz: Eis, como é bom, como é bom, como é delicioso viverem os Irmãos em boa união…

Ele nos diz:

1.   “OH! QUÃO BOM E SUAVE É QUE OS IRMÃOS VIVAM EM UNIÃO.

2.   É COMO O ÓLEO PRECIOSO SOBRE A CABEÇA, QUE DESCE SOBRE A BARBA, A BARBA DE ARÃO, E QUE DESCE À ORLA DOS SEUS VESTIDOS.

3.   É COMO ORVALHO DE HERMON QUE DESCE SOBRE O SIÃO; PORQUE ALI O SENHOR ORDENOU A BENÇÃO E A VIDA PARA SEMPRE”.

————————————————————————————————————

(Valiosíssimo Trabalho do Ir.’. Luiz Carlos Pereira A.’.M.’. ,

da A.’.R.’.L.’.S.’. Monte Moriah Nº80, da Revista Entre Colunas)

————————————————————————————————————

Obs: Na sequência, postaremos a Parte II e III.

Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais feliz!

Esta entrada foi publicada em Pesquisas e Estudos e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta