O Saber sobre as Funções dos Cháckras

Caros leitores,

Na reunião semanal de hoje, quarta-feira dia 05/02/2014, iniciada às 20:00hrs com a oração habitual, foi desenvolvida sobre o tema das funções dos cháckras.

 funçoes dos chakaras

Os cháckras transformam energias de dimensões superiores (ou freqüências mais elevadas), em alguma espécie de produção glandular e hormonal, que subsequentemente afeta todo o corpo físico. Pelo que se pode desprender das discussões contidas na literatura esotérica, os cháckras parecem ser centros do corpo físico etérico.

Existem centros de energia correspondentes nos veículos de freqüências mais elevadas, como por exemplo, o corpo astral. Os cháckras primários originam-se em um nível do corpo etérico.

Os cháckras, por sua vez, estão ligados uns aos outros, e à determinadas partes da estrutura física celular, através de canais energéticos e sutis, conhecidos como “nadis”.

Os “nadis” são constituídos por delgados filamentos de matéria energética sutil. São diferentes dos meridianos, os quais, na verdade, têm uma contra-parte física, no sistema de dutos meridianos. Os “nadis” representam uma extensa rede de energia fluídicas, que se compara em abundância dos nervos do corpo.

Na literatura ‘Iogue Orienta’, os cháckras foram visualizados metaforicamente como flores. Em termos simbólicos os cháckras representam as pétalas e as finas raízes dos cháckras florais, distribuídos à força vital e à energia de cada cháckra pelo corpo físico. Com base em informações provenientes de diversas fontes, foram descritos mais de setenta e duas mil “nadis” ou canais de energia etérica, na anatomia sutil dos seres humano.

Esses singulares canais estão intimamente ligados do sistema nervoso físico em virtude dessa intrincada ligação com o sistema nervoso, os “nadis” influenciam a natureza e a natureza da transmissão dos impulsos nervosos numa extensa rede constituída pelo cérebro, medula espinhal e nervos periféricos.

Assim, uma definição patológica num nível dos cháckras e “nadis” pode ser associada a alterações patológicas no sistema nervoso. Essa disfunção pode ser não apenas quantitativa, envolvendo o volume absoluto do fluxo energético sutil para a substância do nervo físico, mas também qualitativa, em termos de coordenações entre o sistema nervoso, cháckras e “nadis”.

Em outras palavras, existe um alinhamento especial entre os grandes cháckras, as glândulas e os plexos nervosos; alinhamento que é necessário para a otimização da função humana. Além disso, a ligação hormonal entre os cháckras e as glândulas endócrinas sugerem novas e complicadas possibilidades, quanto às maneiras pelas quais um desequilíbrio no sistema energético sutil, pode produzir alterações anormais nas células de todo o corpo. Uma diminuição no fluxo de energia sutil, através de um dos cháckras, pode provocar uma diminuição de atividade em qualquer das glândulas endócrinas fundamentais, uma diminuição no fluxo de energia através do cháckra da garganta, por exemplo, poderia provocar um hipotiroidismo.

Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta