O mal atua na mente

Caros leitores,

Na reunião de hoje, quarta-feira dia 13/08/2014, após a oração habitual, foi desenvolvido o tema sobre a atuação do mal na mente.

cura da alma

Dizem os espiritualistas, “que as forças espirituais do mal atuam colocando os problemas na vida das pessoas, fazendo com que elas fiquem nervosas, a perderem o controle da situação”.

O descontrole das emoções pode ocasionar, então, problemas como depressão, síndrome do pânico e outros, que podem levar a pessoa a desenvolver úlceras. Explica-se, que “não são poucas as pessoas que têm se deixado levarem por sentimentos e sugestões das forças de muitos; são os que ‘chegam a igreja’, trancados em um mundo de tristeza e dor, angustiante e depressivo”.

Alguns se deixam levar por desejos de suicídio, vontade de abandonar o lar, enfim, sentimentos que somente as forças malignas podem colocar” – esclarece um sacerdote, citando a Bíblia, ao afirmar que há uma saída: “Somente através da fé verdadeira no Senhor Jesus, é possível se livrar de tal situação, passando a ter, então, uma vida livre dos traumas e das desilusões”, – conclui.

Estudos mostram que 75% das pessoas adultas e sadias sofrem de algum tipo de dor ou mal-estar, durante uma semana em média. Isso quer dizer que, em condições normais o ser humano costuma apresentar alguma queixa sobre si mesmo e isso não continua constituindo transtornos psiquiátricos.

“Eu sentia tudo, mas não tinha nada”.

São muitas as pessoas que se deixam levar pelos sentimentos e emoções. Elas tendem a se abalarem muito com pensamentos negativos. A situação da empresária Maria Castro, não era diferente: seu estado físico acabou sendo controlado pelos sentimentos negativos que a dominavam.

– “Eu não tinha vida. Eu achava que tinha todas as doenças do mundo. Parecia que tudo estava errado comigo. Sentia dores no corpo, insônia, depressão, dores de cabeça e muito medo. Mas quando eu ia ao médico e fazia os exames, não apresentava nada. Os médicos diziam que não havia nada de errado comigo e que o problema era psicológico”.  – conta Maria, acrescentando que sentia dores de cabeça e achava que tinha um tumor.

– “Chegava ao médico e pedia que fossem feitos todos os exames em mim. Sempre achava que estava com uma doença séria”.

Uma vez ela suspeitou que tinha um caroço no seio; chegou a pensar que estava com um seio maior que o outro.

– “Passaram-se alguns dias e começou a sair leite do meu seio. O médico fez os exames e nada. Ele dizia que a psicose estava afetando o meu sistema hormonal. A minha mente estava fazendo tudo aquilo”. – recorda.

A situação de Maria teve que ser controlada com medicamentos, como calmantes e antidepressivos. Ela comenta que nem assim, conseguia dormir. Foi então que, em uma madrugada, assistindo a um programa na TV, resolveu fazer uma visita a uma igreja.

Chegando lá, começou a ouvir os conselhos que lhe deram, e na mesma noite pôde dormir. Depois de um ano e oito meses, estava curada de todos os transtornos emocionais, e não tomava mais nenhum remédio.

 

Em situações idênticas, procurem a orientação de um médico, sacerdote ou espiritualista, para poder libertar-se.

 

Fraternalmente,

Discípulo Elias.

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais feliz!

 

* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias

* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann

Esta entrada foi publicada em Cabala. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta