Não Julgar

Caros leitores, 


Na reunião de quarta-feira dia 05/02/2020, repassamos a mensagem que segue:


Não Julgar

Julgar não leva a nada. Quando abandonamos a necessidade de estar sempre classificando as coisas como boas ou más, certas ou erradas, sentimos um silêncio maior em nossa consciência. O diálogo interior começa a silenciar quando largamos o fardo do julgamento, o que facilita o acesso ao vão entre os pensamentos.

Por isso é importante nos afastarmos de definições, rótulos, descrições, interpretações, avaliações, análises e preconceitos, pois todos eles criam a turbulência que é nosso diálogo interior.

A aceitação incondicional do outro nos leva a nos aceitar e a amar incondicionalmente, quando liberamos o outro, estamos nos liberando.

Quando julgamos com severidade o outro, estamos sendo severos internamente, alimentando um juiz implacável que não libera, não perdoa, não ama e tem a “mão de ferro” para punir, limitar, castrar e limitar. Ele pode ser – o Senhor do Carma.

Por trás da roupagem visível do universo, além da miragem das moléculas, da Maya — ou ilusão — do que é físico, jaz uma matriz una, invisível, feita de nada.

Há uma inteligência Divina que “pensa” a vida, o universo, e está presente em tudo que há e se move com a lei da necessidade.

Tudo aquilo que você pensa, fala e age e que é o seu foco, é a sua necessidade, e é essa energia que move o seu mundo.

Há uma inteligência que pensa, fala e age mobilizada por suas emoções que cria o filme, o personagem e o cenário da sua vida. A tristeza e o ódio colorem as emoções da sua vida e atraem á sua atmosfera o cenário compatível com as suas concepções, e atitudes e você entra em cena com o personagem que você acredita que é.

O personagem irado, invejoso, depressivo vive a sombra da luz da Alma, do Espirito e segue criando sua realidade triste e sem saída.

A oração, a meditação nos une com a luz com a Graça, e o Bem nos Une com a luz que se move em direção ao dharma, a felicidade para realizar a vontade de Deus

Depack Chopra (Dharma DhannyaEL)”


(Via – Fátima Corga)

Fonte: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=3209603385734800&set=a.562044343824064&type=3&theater


Paz Profunda!

————————————————————————————

.’.


* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias

* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann

Fraternalmente,

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é emc.jpg

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Orações, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta