Hipnose (Parte IV) – A hipnose e seus benefícios

Caros leitores,

Na reunião semanal de hoje, quarta-feira dia 18/06/2014, apresentamos a continuação do tema da hipnose, na sequência a quarta parte sobre os seus benefícios.

a hipnose e seus beneficios

O mais comum é usar a hipnose em complemento ao uso de medicamentos, para acelerar o processo e diminuir as complicações pós cirúrgicas. Isso foi comprovado no ano 2.000, em estudo publicado na revista médica inglesa “The Lancet”. Uma pesquisa americana com 241 pessoas que fizeram cirurgia vascular ou para retirada de pedras nos rins, mostrou que o grupo hipnotizado necessita de menos medicamentos, e se recuperou mais rapidamente da cirurgia.

A comparação foi feita com um grupo padrão e outro que recebeu atenção especial dos profissionais. Os hipnotizados apresentaram maior redução de dor e ansiedade e menos sangramentos.

Figueiró explica, que “para ser percebida, a dor tem que atingir o córtex cerebral, onde ocorre a “consciência” de sensação. No sentido inverso, existe o sistema inibitório. Acredita-se, com base em mapeamento cerebral e pelo chamado ‘PET’ (tomografia por emissão de pósitrons), que a hipnose atua nesse sistema. Como a pessoa está altamente sugestionável, ela estimula o sistema inibitório para que a dor diminua”.

No caso do sangramento, o que ocorre é uma indução para a contração dos vasos sanguíneos. Essas aplicações é muito útil para dentistas, que costumam usar a hipnose contra as fobias.

De acordo com hipnólogo Paulo de Mello, durante a hipnose aumenta a capacidade de pensamentos dedutivos do paciente, que fica mais aberto para modificar crenças pré- existentes. Os exames no cérebro mostraram que isso está relacionado à ativação do ‘giro’ anterior do cíngulo à direita, localizado no sistema límbico (controle das emoções).

Estudo publicado em 1998 no ‘Jornal Of Comparative Neurolongy’, sugere que a ativação do ‘giro’ do cíngulo faz com que outra região muito importante no controle da dor, também seja ativada a periaquedutal, o que pode explicar o caminho da analgesia.

(Adaptado e esquematizado pelo escritor Jalil Kamel Elias Bou Assi)

Fraternalmente,

Discípulo Elias.

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta