Equilíbrio e Controle entre Expressão e Ação

Caros leitores, 

Nesta quarta-feira dia 16/06/2021, repassamos uma tema para reflexão:

Equilíbrio e Controle entre Expressão e Ação

“Para a psicanálise, os processos conscientes são apenas a “ponta do iceberg” da atividade mental. Na realidade, os pensamentos e os atos estão determinados por uma força que não é a de vontade, e sim a do inconsciente.

Esta descoberta permitiu explicar muitos fatos. Por exemplo os “lapsus linguae”, ou episódios em que uma pessoa quer dizer algo, mas “sem querer” acaba dizendo outra coisa.

O inconsciente também é o responsável pelos chamados “atos falhos”: a pessoa se propõe conscientemente a fazer algo, mas acaba realizando uma ação muito diferente.

Vemos isso todos os dias em nossa vida cotidiana. Alguém que quer chegar cedo a um compromisso, mas “sem querer” se atrasa ou nunca chega.

Ou aqueles que querem “colocar seu empenho no trabalho,” mas acabam se ocupando de outras coisas enquanto deveriam estar trabalhando.

Para a psicanálise, então, a vontade não é uma força, e sim a expressão de um desejo inconsciente. Somente quando uma pessoa é coerente com seu desejo surge a vontade. Se não for assim, a vontade nos trai.

Por isso há planos que sempre são adiados, decisões de mudança que nunca são tomadas, ou intenções que jamais se convertem em atos.

As filosofias orientais também não abordam a força de vontade em suas práticas.

Elas sustentam que a mesma é uma forma de agredir a si mesmo, que deve ser substituída pelo entendimento e o amor, que são, finalmente, as forças que levam à ação.”

Fonte:  https://amenteemaravilhosa.com.br/onde-nasce-forca-de-vontade/

* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias

* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann

Paz Profunda!
.’.

Fraternalmente,
Grupo Fraternidade EMC.
Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Exercícios. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe um comentário