Devemos Amar a Humanidade e não guerrear

Devemos Amar a Humanidade e não guerrear

Na reunião de hoje, em plantão de final de ano, quarta-feira dia 31 de Dezembro de 2014, em comemoração à Ano Vindouro, repassamos aos leitores um texto riquíssimo em termos de pacificação e renovação dos ideais da humanidade.

Reuniao - Amor e não guerra

Há pessoas que nascem como se tivessem um rouxinol no coração, e por mais miserável que seja a gaiola, o pássaro canta. Entretanto há muitas pessoas que formam a guerra que é a desonra do gênero humano; e por quê?

Será que realmente temos compreensão e consciência do que nós queremos?

Nesta noite especial, em profundas reflexões, gostaria que neste período festivo, onde comemoramos o Nascimento do Menino Jesus, os corações se transbordam de sentimentos divinos e o Amor Floresce. Como em um dia de Natal onde aconteceu algo inesperado, há 100 anos, em plena 1ª Guerra Mundial, as armas silenciaram-se e os soldados romperam as trincheiras; abraçaram-se desejando um Feliz Natal, sem ódio e sem rancor, pois estavam ali lutando por algo que eles não sabiam, mas sabiam todos que era época do Natal e longe de suas famílias e das pessoas que amavam.

No entanto, uma minoria, aquela que comanda (que dita às regras do jogo) não gostou do que presenciou ou ficou sabendo. E a decisão veio; na guerra não há Paz e Amor, ou se Vive ou se Morre. A conclusão que se chega é que na guerra não há Vencedores ou Derrotados, pois somos todos filhos de Deus e temos o mesmo DNA, que é o da Vida e não o da Morte.

Agora se comemora a chegada de um Novo Ano, mas que Ano? Com corrupção, com as famílias se dilacerando, com o trabalho exigindo mais, e nós assistindo a tudo isto, ficamos acuados com medo de perder o emprego, da concorrência e nos esquecemos da tal de “Ética” que só fica no discurso?!

Onde aquela pessoa lá, do interior, com sua simplicidade diz: “É uma “fartura”… farta vergonha e respeito de ir rezar, se ajoelhar e pedir perdão!”.

Então, pedir desculpa, é da “boca para fora”?  Desculpas esfarrapadas, imorais, cínicas e falsas para com os irmãos, sem existir em seu coração o sentimento de arrependimento.

Muitos falam de Liberdade, Igualdade e Fraternidade, mas o que significam estas três palavras no coração de quem pronuncia? Pois, aqueles que procuram ultrapassar as fronteiras das palavras e praticar com ações de coragem, vontade e retidão, esta trilogia, sabem que é difícil, mas também uma grande união é mais fácil de ser reconhecida mundialmente, por terem lutado, com força, sabedoria e beleza, com estas três virtudes, que juntas representam a alavanca de Arquimedes, que move o mundo, batalham com as armas do amor e da paz, evitando a terceira guerra mundial.

Sempre existe uma forma ou um meio de entendimento e pacificação, acordo e diplomacia sem precisar utilizar das armas violentas das guerras sanguinárias e injustas, que somente produzem fome, desgraça, desabitação, e tudo o mais negativo, que assola a superfície da terra; além das conseqüências ecológicas sobre a natureza e desastres naturais.

É preciso conscientizar a humanidade que estamos pisando o mesmo solo, que as vindouras gerações viverão, e por mais extensa que seja a Terra, ela é nosso LAR e devemos fazer paz!

Finalizando este ano, e principiando um novo raiar de um novo ciclo, pedimos ao Grande Arquiteto do Universo (“DEUS”), a proteção e bênçãos, com prosperidade, abundância e luz para os todos os habitantes desse planeta, esse globo azul suspenso no universo, que gravita sem os mínimos rumores.

Sejam renovadas as Esperanças, pois com Fé e Unidos podemos fazer a diferença, na Construção de um mundo mais Fraterno.

Procuremos seguir os passos e as palavras de São Francisco de Assis: “Senhor Fazer de Mim Um Instrumento de vossa Paz”.

Seja Bem Vindo 2015! Não façamos guerra! E sim juntemos esforços e façamos tudo o necessário para espalhar a Luz do AMOR.

* (M.’.M.’. Griboggi Neto, Loj.’. Giuseppe Garibaldi,

 Adaptado por Patricia Kelly Hasselmann, escritora e editora do Grupo Fraternidade EMC)

Fraternalmente,

 Logo Fraternidade EMC

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais feliz!

* Responsabilidade escrita e revisão – Discípulo Elias
* Digitação e edição – Patricia Kelly Hasselmann

________________________________________________________________

Fraternidade EMC.  A Volta do Profeta! Elias, Moisés e Cristo

Grupo de Estudos da Cabala, Espiritualidade, Esoterismo, Educação social

*Site Oficial:  www.fraternidadeemc.com.br

*E-mail:  fraternidade.emc@gmail.com

*Blog: fraternidadeemc.blogspot.com.br;  fraternidadeemcescritorio.blogspot.com.br

*Facebook:   Fraternidade EMC  e  Fraternidade EMC Escritório

*Twitter:  www.twitter.com/FraternidadeEMC 

*Blog Autores Paranaenses e Obras:  autoresparanaenses.blogspot.com.br

Acompanhe diariamente o “Pensamento do Dia”  no Blog e Facebook; Pesquisas  periódicas no espaço “Fraternidade EMC Pesquisa E Divulga”, e estudos das reuniões atualizados semanalmente no site .

*Apoio e Parceria : Escritores Paranaenses Jalil Kamel Elias Bou Assi e Patricia Kelly Hasselmann,  de São José dos Pinhais. Sinopse das Obras e informações, acesse:  autoresparanaenses.blogspot.com.br

*Parceria internacional:  Associação Alcione, na divulgação do Livro “Hercólubus Planeta Vermelho”; orientação e aprendizado com  assunto esotérico baseado em ciência astral, recomendado pelo conteúdo técnico de ‘shamballa’ e muito mais. Adquira exemplar grátis, acesse:   www.hercolubus.tv/po/ 

Agradecemos a Atenção!  Abraço fraterno a todos!

Esta entrada foi publicada em Cabala. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta