Consciência, Equilíbrio e Liberdade

Caros leitores, 

Na reunião de quarta-feira dia 20/05/2020, repassamos a mensagem que segue:

Consciência, Equilíbrio e Liberdade

“Quanto mais elevadas são as frequências vibratórias da consciência individualizada, mais  elevadas  e  perfeitas  são  as  formas  criadas  na mente  –  quanto  mais  baixas  são  as frequências de vibração, mais separadas da Perfeição Universal do Amor são as formas criadas na mente individualizada, totalmente possuída pelo impulso do ego.O EGO controla o desenvolvimento  do feto desde o momento da  união  do  sêmen com  o  óvulo.  O  novo  pequeno  ser  torna-se  de  imediato  o  “Eu”  que  sente  satisfação  e insatisfação no útero, dependendo da sensação de conforto ou mal-estar e do que ocorre à mãe. Quando  você  nasceu,  ao  ser  separado  do  conforto  do útero  que  o  guardava,  seus instintos de sobrevivência, impregnados  com  o profundo conhecimento  original  do “ser criado”  existente  em  cada  célula  viva  de  seu  corpo,  o  levaram  a  respirar  e  o  tornaram consciente de um vazio e de uma perda emocional, que você sentiu como um vazio físico e uma necessidade de nutrição física.E assim nasceu o choro de seu ego. Quando chorava, sua mãe lhe dava de mamar, o que era profundamente satisfatório, – tanto física como emocionalmente. Quando suas necessidades eram plenamente satisfeitas, podia voltar a um estado de equilíbrio no sono. Quando  você  despertava  desse  equilíbrio,  sentia  uma  sensação  de  insegurança  (o equilíbrio estava agora dividido em conhecimento mental e emocional). Você recordava que sua mãe e seu leite representavam a satisfação da necessidade de segurança, e assim você chorava de novo. Então as suas necessidades eram satisfeitas novamente. Assim se desenvolveram os seus impulsos do ego.”Trecho do livro “Cartas de Cristo”
Fonte: http://docplayer.com.br/10995139-Www-cartasdecristobrasil-com-br-carta-6.html




Paz Profunda!

.’.

Fraternalmente,
Grupo Fraternidade EMC.
Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta