Casa Mal-Assombrada

Caros leitores,

Na reunião de hoje, quarta-feira dia 12/03/2014, iniciada as 20:00hrs com a oração habitual, foi desenvolvida sobre o tema “Casa Mal-Assombrada”.

 Casa mal assombrada

Na verdade, muitos ainda se perguntam se de fato existem as chamadas casas mal-assombradas.  Devem-se de fato aos espíritos dos mortos ou a outras entidades sobrenaturais?

Vejamos a explicação parapsicológica. Às vezes, tudo não passa de alucinação. A alucinação é uma percepção de visões ou sensações sem o objetivo real presente. É um produto da fantasia perturbada que projeta para fora uma imagem irreal. Simplesmente tudo é pura imaginação. Situação facilitada pelo medo, solidão…

Mas é inegável que também há fenômenos reais. Que podem ser vistos por todos. Até mesmo podem ser fotografados ou filmados. É assustador! Só esquecemos que nosso corpo tem energias diversas: elétricas, magnéticas, caloríferas, musculares, nervosas, vitais, motoras, plásticas, etc.

Einstein já admitiu a exteriorização destas energias e outras ainda desconhecidas, que provocam fenômenos fora do nosso corpo. A energia corporal, somática, vital… recebeu o nome de Telergia. Trata-se  de transformação e exteriorização invisível da energia física do organismo, dirigida pelo inconsciente.

A energia corporal que sai da pessoa é capaz de influenciar e deslocar objetos, causar batidas, sons, vozes, arremessar pedras, travesseiros, cobertas, ovos e outros objetos, conforme o caso. Trata-se da exteriorização e transformação da energia corporal, provocando fora do corpo efeitos diversos: mecânicos, sonoros, luminosos, odoríficos, térmicos… Ou seja: movimento de objetos, sons, ridos, vozes, fogo, luzes, cheiros.

Certamente supõe certo desequilíbrio físico-psíquico: cansaço, carência afetiva, escrúpulos sexuais, insônia… entre outros problemas de saúde físicos ou psicológicos. Com frequência todos os fenômenos que acontecem numa ‘casa assombrada’ são atribuídos aos espíritos dos mortos, a seres malignos…

Mas o que o cientista constata é que para acontecer algum fenômeno estranho é preciso que tenha sempre pessoas vivas, dentro da casa ou a menos de 50 metros de distância.

Esse fato é inegável. Então o fenômeno é certamente relacionado com o vivo e não com os mortos. Os fenômenos numa casa assombrada são de efeitos físicos. Se tirarmos os vivos da casa todos os fenômenos param. Se fossem os mortos, qual a dificuldade para continuarem?

A primeira missão do Instituto Padre Quevedo de Parapsicologia é explicar os fenômenos aparentemente misteriosos e fazer com que eles parem. Depois, acalmar a família e dar o encaminhamento para a especialidade que é devida (um bom psicólogo que conheça Parapsicologia).

Quando os fatos se tornam públicos, aproveitamos para promover palestras para as lideranças, professores, para a cidade, para que tenham uma visão geral da Parapsicologia.

* Trecho do Jornal do Evangelizador – Sobrenatural: Mitos x Verdade

* Colaboração Profª  Márcia Côbero

www.institutopadrequevedo.com   /  www.facebook.com/institutopequevedo

Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais feliz!

Esta entrada foi publicada em Diversos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta