ÁGUA E ESPIRITUALIDADE

Caros leitores, 

Na reunião de quarta-feira dia 06/05/2020, repassamos a mensagem que segue:

ÁGUA E ESPIRITUALIDADE
A água está presente nos mitos e ritos de todas as religiões e culturas.São várias religiões que contam a história de uma criança sendo levada dentro de uma cesta atravessando entre duas margens de um rio. Esta é a história de Moisés e também de Krishna, no hinduísmo.
Vários rios foram elevados ao patamar de divindade ou deuses em culturas antigas.
Na Índia temos o rio Ganges que é tido como a encarnação da deusa Ganga e o rio Saraswati, também considerado uma deusa.
O rio Nilo no Egito era tido também como uma divindade.
O rio Jordão teve importância bíblica como as águas onde João Baptista fazia seus batismos.
Há muitas divindades associadas à água, como nos relembra Maurício Andrés Ribeiro.
Afrodite, na Grécia, foi nascida da espuma do mar.Netuno, em Roma, era o deus dos oceanos.Indra, na Índia, era o deus do raio, da chuva e dos trovões, e era o chefe dos deuses.Para a tradição chinesa a água é o emblema da virtude máxima, pois segundo Lao-Tse no Tao Te Ching, nada a detém.Na tradição judaica a água é a fonte de todas as coisas e simboliza o transcendente.Na tradição muçulmana a água que cai do céu é considerada um dos signos divinos, segundo o Corão.Na tradição cristã há várias referências à água na forma do batismo, da água benta, do dilúvio e arca de Noé.No livro do Gênesis diz que o sopro e o espírito de Deus pairavam sobre as águas.Na tradição afro, a divindade feminina Iemanjá reina sobre as águas e seu culto é feito no mar.Nas tradições indígenas brasileiras a água junto com os outros elementos da natureza: terra, ar, fogo, floresta, animais, plantas são parte de um ecossistema integrado e respeitados como sagrados.Segundo Kaká Werá, “A água é a segunda divindade para os Tapuias e se posiciona ao Sul. Seu nome é Iaci, uma das formas que a respiração do universo assumiu para conduzir a vida. A água para os indígenas é a grande mãe, pois ela participa na manifestação da vida em cada coisa com seu amor incondicional. Herdamos da água a habilidade do sentir e das emoções. A água é o sentimento divino materializado.”
A água é a representação do conhecimento e da vida, talvez porque a água é tão essencial ao corpo como o conhecimento ao espírito. Por isso Deus é chamado de Oceano de Conhecimento, alusão à sua sabedoria infinita. Diz o ditado que mesmo que toda a terra se transformasse em papel, as árvores em pena e o oceano em tinta ainda não haveria fim à sabedoria divina.”
Por: Luciana M. S. Ferraz – Socióloga e Coordenadora da Brahma Kumaris no Brasil

Fonte: https://brahmakumaris.org.br/o-que-fazemos/iniciativa-ambiental/artigos/agua-e-espiritualidade


Paz Profunda!

————————————————————————————
.’.

* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias
* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann
Fraternalmente,
Grupo Fraternidade EMC.
Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta