A Força Crística faz Brilhar a Luz entre a Mente e o Coração

Caros leitores, 


Na reunião de hoje, quarta-feira dia 26/01/2017, repassamos tema em relação às altas reflexões e conscientização das ligações entre pensamentos e sentimentos, e as sutilidades energéticas entre a mente e o coração, promovendo evolução e ascensão da espiritualidade.

energia cosmica

A Força Crística faz Brilhar a Luz

entre a Mente e o Coração

Você também deve compreender que ao ser individualizado numa forma corporal e na atividade mental – emocional, está sujeito às leis da existência. Você recebeu a individualidade, a identidade e um potencial infinito para alcançar a Consciência Crística e há um preço a pagar por isso. Durante, quem sabe, muitas vidas (até que tenha se educado nesse raro conhecimento do “eu”), você experimenta os caprichos e as inúmeras complexidades da vida e das relações.

Em muitas vidas passadas você pode ter feito coisas ultrajantes que os demais consideraram o “pecado personificado”, mas essas experiências de personalidades magnéticas terão contribuído para trazê-lo até onde hoje você está na percepção espiritual. Assim, você deve ser capaz de aceitar que não há “pecado” contra um “Deus” e que não há “pecado” contra outros.

 

O “ego” pode estar totalmente no controle e fazer coisas reprováveis somente porque a “alma” ainda está adormecida na escravidão da pesada teia de aranha da personalidade magnética. 

Onde esse é o caso, não há possibilidade de persuadir a pessoa de que ela causou danos a outros, pois não há iluminação interior proveniente da luz para mostrar a ela uma maneira melhor de viver”, a luz está totalmente bloqueada pela consciência magnética do ego, contudo, a grande dor que tal pessoa experimentará será muito grande uma vez que tudo o que fez aos outros retornará para ela na mesma medida e muito mais, por fim isso a fará questionar a existência e fazer perguntas e perguntas, pois é o modo pelo qual se recebem as respostas da Vida Divina.

As pessoas acreditam que podem ser transformadas pelo “Espírito”, então podes compreender por que eu disse que não há nada para ser transformado? Não há nada real ou eterno na personalidade humana há, isto sim, uma grande necessidade de abandoná-la para revelar o divino no interior.  

Chamei a esse processo de “morrer para si mesmo”, o que demonstrou ser uma afirmação atemorizante. Por causa dela, muita gente foi dissuadida de entrar no caminho que leva às dimensões espirituais superiores e sim, esse último passo no processo de abandonar-se é de fato como uma morte, a pessoa perde uma parte essencial de seu eu humano/terreno enquanto o ultrapassa, mas o alívio e a paz interior, que se experimenta quando finalmente a luta termina, não pode ser descrito, a alegria preenche o coração”, a verdadeira segurança, repouso na tranquilidade e no silêncio da mente, por fim a luta pelo controle pessoal acabou, a pessoa se tornou um mestre.

Depois vem um tempo de descanso espiritual e de recuperação, mais tarde isso é seguido pela entrada em uma nova dimensão do ser, nada na cena humana terá importância como antes, as pessoas criticam você? Anteriormente, a personalidade magnética teria feito você sentir raiva por causa de sua insegurança, sua necessidade impulsiva de parecer perfeito diante de todos, com a finalidade de ganhar aprovação”, se eles não o aprovarem, argumentava o ego, como você sobreviverá? Como será sua vida? “


(Trecho do Livro Cartas de Cristo)

* Responsabilidade escrita, revisão, edição – Discípulo Elias

* Digitação, revisão – Patricia Kelly Hasselmann

Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta