A ESPERANÇA SE RENOVA E RECONSTRÓI COM A CARIDADE

        * * * Especial de Reveillon* * * 

 

renovando-a-alma

A ESPERANÇA SE RENOVA

E RECONSTRÓI COM A CARIDADE

“Óh Mistério da Vida! Do passado nascemos, vivemos do presente, morremos no futuro para o Criador e ressuscitamos voltando para a Eternidade do Espírito. Dizemos que o tempo passa muito depressa, mas um ano tem 365 dias, que tem sua contagem de dias aplicando a Felicidade, dividido em ciclos de 52 semanas onde cultivamos as riquezas materiais e espirituais, entre as 12 colunas zodiacais, representadas os meses do ano para expressar Amor e Carinho, em 8760 horas onde podemos sentir Paz e Prosperidade.


Podemos adaptar todo esse tempo simbolizando uma régua de 24 polegadas e aplicarmos em um dia, ou seja, 24 horas ou 1.440 minutos sentindo a fé e a esperança.


Muitos de nós clamamos que não é fácil nos afastarmos de nossas preocupações corriqueiras e antagônicas do trabalho, desemprego, doenças, incertezas; mas sempre em nosso íntimo surge uma pergunta: “O que posso fazer para mudar esse estado confuso de desculpas que sempre temos?”


Santo Antônio de Pádua já dizia que “é preciso procurar enxergar mesmo que em águas turvas”, ou seja, precisamos nos dedicar um pouco mais às coisas que nossos olhos não veem, mas podemos sentir com a alma os sentimentos produzindo o espiritual no treinamento da possibilidade em despertarmos a nossa consciência, nos renovando com a prática da tolerância, paciência, da compreensão, do otimismo, da solidariedade, da fraternidade; e procuremos colocar em nosso cotidiano aplicando a Régua de 24 polegadas. 


Procuremos utilizar todas essas ferramentas nos 1.440 minutos contidos em um dia e tudo isto fará muito bem para o nosso coração e dos que estão ao nosso redor, pois é a demonstração do Amor. E as palavras autênticas que alojam na pequena distância entre o cérebro e o pequeno sol pulsando em forma de coração. 


Temos uma luta interna entre o bem e o mal, onde a vitória somente se conquista com o esforço de nosso trabalho, em desbastar nossas arestas corrigindo as imperfeições pelo progresso contínuo da Luz Celestial, Espiritual e Divina, onde nossa consciência age como um pêndulo sempre ouvindo um “tic-tac” e decifrando os prós e os contras, para depois tomar decisões com inteligência e sabedoria, praticando a justiça imparcial, por ter encontrado a palavra do Justo e Perfeito.


O avanço moral depende necessariamente do progresso intelectual. Só assim podemos espalhar a Luz na superfície da terra para a humanidade, em busca de equilíbrio e harmonia pelo intelecto com a centelha de vida, e pulsando em nosso coração 24 horas sem parar. Em cada ação e pensamento devemos acionar a prática da força, da beleza e sabedoria.


Contudo, apesar de todo empenho ainda não basta, é preciso utilizarmos outras habilidades para não macular nosso coração que é o principal órgão que nutre o físico com vitalidade o nosso viver momento a momento.


Não nos esqueçamos de que Moisés apresentou ao povo judeu a Lei dos Dez Mandamentos de Deus, ou seja, a Lei Moral e Divina. E o homem estendeu sua criatividade com as novas leis dos homens com o princípio e a ética. Para tanto é preciso libertar-se da ignorância, do fanatismo, da superstição e da escravidão, através do conhecimento e utilizando as três virtudes teologais: Fé, Esperança e Caridade.


Como na oração de São Francisco de Assis: “Senhor fazei de mim um instrumento de vossa Paz…”


Notamos na Natureza, que a cobra quando avança os anos de seu viver, renova a sua casca. A águia da mesma forma, quando se encontra no avanço da idade avançada, ela voa para o topo das montanhas, esfregando seu bico nas rochas até acabar renascendo um novo bico e com o mesmo arranca as unhas dos pés e as penas, que da mesma forma renascerão, e empreendendo um novo voo para as novas caças. O Pelicano quando não encontra comida ele sacrifica-se arrancando a própria carne do seu corpo para tratar seus filhotes.


Desta forma, façamos um balanço de nossas jornadas do ano que passou e da vida, para que possamos enxergar a luz do ano vindouro, que está prestes a bater em nossas portas. 


Lembremo-nos de que o dia tem 24 horas ou 1.440 minutos, e ainda 2.880 segundos, então não é pouco tempo. Que possamos ter a sabedoria e inteligência de utilizar em cada momento e cada dia, com vigor e ânimo, a energia latente dos nossos sentidos, eliminando as inseguranças e incertezas inevitáveis que fazem parte da senda, buscando momentos para amar, sonhar, renovar, sorrir e perdoar quem nos ofendeu, pois a vida é bela e a paz, a harmonia e a concórdia reinarão em nossos corações, pois a esperança nunca morre e se renova com a carreira do Sol, iniciando o dia no Oriente e se pondo no Ocidente. Eis o símbolo da régua e da analogia dos nossos ensinamentos da régua de 24 polegadas. 


E por sermos passageiros nesta vida, deixemos nossas mágoas e ressentimentos no corpo etérico de 2016, e como se os ciclos dos anos e das eras fossem uma grande estação espacial, nos dirijamos à plataforma da nave do ano de 2017, com o coração aberto e que o Grande Arquiteto do Universo nos abençoe, proteja, guarde, e nos conduza nos caminhos da Virtude; e ajudai-nos a sustentarmos o princípio da igualdade social e que nossos esforços sejam possíveis para redimir os cativos do erro e da ignorância. Que  tenhamos, todos, um 2017 com a Esperança Renovada. São os votos da Fraternidade EMC.


Unidos, chegaremos à divina Unidade, além do Universo.” 


(Paulo Griboggi Neto, V.`.M.`. Giuseppe Garibaldi nº 145)

Feliz Ano Novo com Saúde, Amor, Respeito, União,

Abundância de Prosperidade, Luz, Paz Profunda

do Grupo Fraternidade EMC e discipulado.

 

Fraternalmente,

Grupo Fraternidade EMC.

Trabalhando por uma Humanidade mais Feliz!

Esta entrada foi publicada em Cabala, Orações, Pesquisas e Estudos. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta