A Cabala Prática e os Anjos

Caros leitores,

Apresentamos referente à reunião de quarta-feira dia 07/08/2013, o desenvolvimento sobre o tema da Cabala Prática. E ainda na sequência do estudo dos Elementais, daremos prosseguimento aos elementais mais sutis, contudo, mais superiores, tornando-os geralmente imperceptíveis aos sentidos comumente humanos, os Anjos.

A Cabala Prática

A parte da Cabala prática ou mágica ainda é pouco conhecida, porque se conserva secreta. Sendo apenas indicada em alguns raros manuscritos conhecidos sob o nome de Clavículas de Salomão.

Cabala e Tarô

A cabala prática o sentido espiritual da Lei, preserve o modo de purificação que assimila a alma à divindade, e ensina a meditação sobre os símbolos e nomes sagrados, como o meio de agir nas esferas visíveis e invisíveis. Para este fim estuda a semântica das letras hebraicas. Trata de várias transposições de letras que constituam palavras e das operações teosóficas de adição e redução dos números correspondente às letras.

A obra mais importante que serve de chave a estas operações é o ‘Tarô’, livro hieroglífico e numeral que consta de 22 folhas e que os “boêmios nômades” possuem ainda hoje. O Tarô é o pai de todos os jogos de cartas; as ‘cartas espanholas’ conservam os principais signos do Tarô Primitivo. Os ‘tarôs’ mais antigos eram medalhas das quais mais tarde se fizeram talismãs.

As Clavículas de Salomão impõem-se de 36 talismãs com 72 figuras análogas do Tarô.

Os Anjos

Subindo na escala dos seres vinculados a Terra e ultrapassando a linha de evolução humana, as criaturas que nos despontam são os Anjos, nossos velhos protetores e mensageiros do Alto. São criaturas totalmente espirituais, imperecíveis, que só encarnam muito excepcionalmente e participam de uma linha evolucional superior à humana.

Anjos

Sua função maior é a de portadores das mensagens e bênçãos dos Mestres Iluminados e mesmo da Trindade Suprema (Deus – Pai – Mãe) à Humanidade. Por outro lado, os anjos são também portadores, em sentido inverso, das preces e orações que os homens fazem, muitas vezes fortalecidas por eles mesmos para que possam alcançar o Alto. Ademais, os anjos dão suporte aos indivíduos humanos nas aflições destes em cada Raio de Luz, visto que os anjos, seres resplandecentes, são naturais portadores de luz, representando este ou aquele Raio conforme sua qualificação e estágio na escala evolutiva angelical.

Os Anjos pertencem a certas ordens segundo seu grau evolutivo. As ordens ou classes básicas são: Anjos ordinários, Devas, Querubins, Serafins e Arcanjos.

Os Anjos, embora sob a óptica humana e relativamente à mediocridade humana, sejam criaturas espirituais puras, imaculadas e superiores, se enquadram numa linha evolucional própria, na qual aqueles que chamamos simplesmente de anjos não passam de singelos aprendizes das artes grandiosas e sublimes dos mensageiros de Deus.

Esta entrada foi publicada em Cabala e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta